sábado, 21 de abril de 2007

"Veja" recomenda




"Maysa Figueira Monjardim Matarazzo (1936-1977) foi uma das maiores intérpretes da MPB. Uma de suas especialidades era o repertório de canções sobre romances mal resolvidos e separações – o que lhe valeu o apelido de 'rainha da fossa'. Nessa biografia, o jornalista Lira Neto mostra que muitas das histórias tristes cantadas por Maysa eram baseadas em suas próprias experiências. Tal qual uma Billie Holiday, ela sabia transportar a tristeza da vida real para o palco. Canções como Ouça e Meu Mundo Caiu são um belo exemplo disso. Só numa Multidão de Amores passa longe do estilo chapa-branca das biografias autorizadas: descreve ainda os problemas de Maysa com a bebida – relatados no diário da cantora – e reafirma sua importância no cenário da música brasileira."