sábado, 19 de maio de 2007

Maysa, na Folha



Biografia conta a vida de Maysa
em detalhes e sem censura

LUIZ FERNANDO VIANNA

Se Paulo Cesar Araújo fez uma biografia não-autorizada de Roberto Carlos com estilo de fã - e ainda assim foi censurado -, Lira Neto teve acesso aos diários de Maysa e fez uma biografia que não se acanha em detalhar os podres e porres da cantora -e ainda assim não sofreu nenhuma restrição. Amigos dela e pessoas mais sensíveis podem até ficar incomodados com os relatos do livro, mas o trabalho de Neto, amparado em cerca de 200 entrevistas e inúmeras fontes de pesquisa, não só é brilhante do ponto de vista jornalístico, como é fiel à personagem. Maysa se expunha completamente em canções e entrevistas, botava o coração e a cama na rua. Como fazer uma biografia recatada de alguém assim, que viveu apenas 40 anos, entre 1936 e 1977, mas que fez tudo intensa e exageradamente? Roberto Carlos quer o recato porque não se orgulha de quando andava a 300 km/h.

(...)

Avaliação: Ótimo.
Folha de S. Paulo, 19 de maio de 2007
Para ler a matéria na íntegra, clique aqui.