terça-feira, 9 de outubro de 2012

O caso da Microsoft



Imperdível o texto "A década perdida" na Piauí deste mês, assinada por Kurt Eichenwald, a propósito da Microsoft.

Ele relata como a empresa então mais rica do mundo perdeu a vanguarda tecnológica, amargou prejuízos bilionários e se transformou em um dinossauro ao trocar o talento, a criatividade, a invenção e a qualidade dos produtos por uma gestão empresarial equivocada, conduzida pelos cabeças de planilha que burocratizam decisões, decretam cortes irracionais de custos e promovem a feroz competição entre os funcionários, por meio de mecanismos ridículos de avaliação interna.

Um alerta que vale para as corporações inclusive jornalísticas que acreditam poder fazer mais dinheiro a curto prazo com o sacrifício da excelência, da relevância, da inteligência e da constante inquietação de seus colaboradores.